Informamos, abaixo, a lista dos selecionados que participarão da oficina  “Escuta, a Palavra e a Voz” - A voz do ator/cantor ministrada pela cantora, professora de canto e preparadora vocal Babaya. Todos deverão comparecer ao CAS - Casa das Artes Sustentáveis (Rua Democrata, 21 - Dois de Julho, Salvador –Ba,  em frente ao Clube Fantoches) às 13:50 para início das atividades às 14h.

 

Candidatos Selecionados:

 

  1. Ana Barroso 
  2. Isis Carla Matos Cardoso
  3. Fabiana Pharaoh
  4. Claudio Machado
  5. Roberto Brito
  6. Ana Flávia Hamad
  7. Saulo Santos Oliveira
  8. Elinaldo Pereira Nascimento
  9. Claudia Cunha
  10. Uerla Santos Cardoso

 

Relembrando algumas informações importantes:

 

As aulas ocorrerão nos seguintes dias e horários: 

02/03 - Sexta-feira, das 14:00 às 21:00h 
03/03 - Sábado, das 09:00 às 16:00h
04/03 - Domingo, das 09:00 às 16:00h

 

 

 

Concebida com o intuito de fortalecer a cadeia produtiva das artes cênicas na cidade de Salvador, criando espaços de formação dos profissionais dessas artes a ação “Ô de Casa, ô de fora” foi criada com o intuito de possibilitar o intercâmbio entre reconhecidos profissionais no âmbito nacional e artistas locais.

 

CONFIRA AS NOSSAS OFICINAS

 

O que é? Oficina “Escuta, a Palavra e a Voz” - A voz do ator/cantor

 

Ementa: Noções básicas do aparelho fonador com exercícios práticos de respiração e resistência corporal focando vocalizes e projeção de voz, aquecimentos e desaquecimento. O uso da voz falada ou cantada, noções de cuidados do trato vocal para evitar práticas abusivas da voz e explanações sobre os mitos e paliativos que ajudam ou danificam a voz.

Quando?  23 a 25/02/2018 (sexta, sábado e domingo)

Horários?  

23/02 - Sexta-feira, das 14:00 às 21:00h 
24/02 - Sábado, das 10:00 às 17:00h
25/02 - Domingo, das 09:00 às 16:00h

 

Carga-horária: 21 Horas

Público-alvo? Atores, estudantes de teatro e cantores.  

Quantidade de vagas: 10 gratuitas

 

 

Ministrante: Babaya  

Currículo Resumido: Babaya, cantora, professora de canto, preparadora vocal, diretora musical iniciou a carreira de professora de canto na Música de Minas criada por Milton Nascimento e Wagner Tiso em BH. Fundadora da “Babaya Casa de Canto” em 1971, primeira escola voltada exclusivamente para aprimoramento do Canto Popular. Professora de canto na Bituca Universidade da Música (Barbacena) desde 2004 e de canto popular na UFMG em 2010.  Tem em seu currículo 184 espetáculos como preparadora e diretora vocal. Preparadora permanente dos grupos Galpão, Ponto de Partida e Maria Cutia, em BH. Com diversas preparações vocais tanto na TV como no cinema. Novelas: “Liberdade Liberdade”, “Justiça” “Deus Salve o Rei”. Filmes: “Os Nomes do Rosa”, “Chico Xavier”, “Malazartes e o Duelo com a Morte”, “Eu Fico Loko” dentre outros. 

 

Onde? CAS (Casa de Artes Sustentáveis- Rua Democrata, 21 - Dois de Julho, Salvador –Ba) – em frente ao Clube Fantoches)

Início das inscrições: 05 a 21 de fevereiro

Inscrições Encerradas!cry

Como se inscrever: O participante  deverá encaminhar para o e-mail institucional Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  um currículo resumido com informações básicas sobre as suas experiências anteriores  no âmbito das Artes Cênicas, além de um vídeo de no mínimo 60 segundos cantando uma canção de sua preferência. O vídeo poderá ser encaminhado em baixa resolução (formato ate 25mb) como anexo no próprio e-mail ou compartilhado via plataformas de hospedagem de arquivos (youtube,vimeo, google drive, dropbox, e congeneres), sendo o link disponibilizado no corpo do e-mail. O vídeo pode ser simples, registrado por smarthphones ou qualquer outro recurso de registro audiovisual.  

 

Lista de Selecionados que participarão desta Oficina:

  1. Ana Barroso 
  2. Isis Carla Matos Cardoso
  3. Fabiana Pharaoh
  4. Claudio Machado
  5. Roberto Brito
  6. Ana Flávia Hamad
  7. Saulo Santos Oliveira
  8. Elinaldo Pereira Nascimento
  9. Claudia Cunha
  10. Uerla Santos Cardoso

 

 

 

 

O que é?  Oficina "Auto Maquiagem para exercício da expressão da subjetividade”

Ementa: Aborda os fundamentos básicos da maquiagem, o estudo da estrutura facial e aplicação de técnicas no rosto,  usando obras de artes como referências para o exercício de criação e construção de projetos de maquiagens. Reflexão sobre  a prática da auto maquiagem para o teatro traçando um paralelo com a experiência vivida pela profissional.

Quando?  02 a 04/03/2018 (sexta, sábado e domingo)

Horários?

02/03 - Sexta-feira, das 14:00 às 21:00h 
03/03 - Sábado, das 09:00 às 16:00h
04/03 - Domingo, das 09:00 às 16:00h

 

Carga-horária: 21 horas

Público-alvo? Atores, bailarinos, estudantes de teatro e maquiadores com experiência no campo das artes cênicas.

Quantidade de vagas: 10 gratuitas

Ministrante: Danielle Rosa

Currículo Resumido: Danielle Rosa é Integrante do Grupo Oficina de Teatro Uzyna Uzona, coordenado pelo renomado diretor José Celso Martinez Corrêa. Possui Licenciatura em Teatro e Bacharelado em Interpretação Teatral pela Universidade Federal da Bahia. Natural de Campinas - SP e erradicada em Vitória da Conquista-BA dos cinco até os dezoito anos, iniciou sua carreira como atriz em 2000 com a Cia. PAFATAC de Teatro, atuando nos espetáculos “S.O.S. Pindorama” (2001) e “Agonia” (2002). Em 2003, já em Salvador iniciou o curso de Licenciatura e passa a integrar o Grupo de Teatro Finos Trapos, atuando nos espetáculos “Sussurros...”, "Sagrada Folia" e "Auto da Gamela". Em 2006 torna-se membro da Trupe de Teatro “Os Cinqüentões” atuando nos espetáculos “Entre Comédias e Tragédias” (2006); “Marat Sad” (2007), “Larilará Macunaíma Saravá” (2008) e Atire a Primeira Pedra (2008). Trabalha também em curtas e longas-metragem de cinema.

 

 

Onde? CAS (Casa de Artes Sustentáveis- Rua Democrata, 21 - Dois de Julho, Salvador –Ba) – em frente ao Clube Fantoches)

Início das inscrições: 15 a 26 de fevereiro   

Como se inscrever: O participante  deverá encaminhar para o e-mail institucional Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  um currículo resumido com informações básicas sobre as suas experiências anteriores  no âmbito das Artes Cênicas.

 

 

Grupo de Teatro Finos Trapos celebra os 15 anos de existência com a realização do Projeto Abrigo e Morada  - ano II

 


 

 

O público da capital baiana terá acesso ao longo de 2018, a espetáculos, oficinas, seminário e lançamentos de livros, promovido pelo Grupo de Teatro Fino Trapos, no âmbito do Projeto Abrigo e Morada - ano II.

Esta ação trata-se de uma proposta de manutenção continuada que foi contemplada no Edital n° 02/2016 - Apoio a Grupos e Coletivos Culturais 2016, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. As atividades serão resultantes de uma rotina de trabalho e dialogarão diretamente com as ações desenvolvidas pelo Grupo ao longo de seus quatorze anos.

Durante a realização do Projeto Abrigo e Morada - ano II está previsto a montagem de dois espetáculos, sendo um no primeiro semestre, Ponta D’areia, Pedaço do Céu, direção Rino Carvalho e no segundo semestre o espetáculo de título provisório Mós Aí Quê de Beira de Estrada. Assim como a realização de quatro oficinas de formação: Voz para Cena com Babaya, Maquiagem com Daniele Rosa, Produção Cultural e Gestão com Rômulo Avelar e Dramaturgia com Antônia Pereira.  Ocorrerão também o Seminário Pensar, Fazer, Arte e o lançamento de dois livros, sendo um de Dramaturgias Comentada e outro de Modo de Cooperação e Produção do Grupo de Teatro Finos Trapos. 

O projeto está calcado na perspectiva do direito à cultura, neste aspecto foi pensando ações tanto de fruição, quanto de formação artística, gratuita a comunidade baiana.

 

 

CONFIRA O NOSSO CRONOGRAMA DE ATIVIDADES:

 

 

Ação: “Ô de Casa, ô de fora” – Oficinas Artísticas (Clique Aqui!)

Ação: “Eito de Criação” - Temporada “Ponta D’areia, Pedaço do Céu” 

 


 

 

 

Um Breve Histórico

 

 

Posse da Residência Artística no Espaço Xisto Bahia na primeira Edição do Finos Trapos Abrigo e morada.

Salvador, 01 de Agosto de 2008

 

A primeira edição do Finos Trapos Abrigo e Morada foi realizada no período entre Agosto de 2008 e Dezembro de 2009, em razão da aprovação no processo seletivo do primeiro Edital de Ocupação de Espaços Culturais realizado pelo antigo Departamento de Espaços Culturais (DEC) da Fundação Cultural do Estado da Bahia. Na ocasião, o edital previsa apenas a concessão das dependências do Espaço Xisto Bahia para um Grupo residente, a fim de que este realizasse atividades voltadas à dinamização do espaço cultural. 

Mesmo com as dificuldades financeiras e tendo que financiar as atividades com recursos próprios, durante um período de quase dois anos, foram realizadas diversas atividades, em caráter de ações internas (atividades voltadas para a manutenção do coletivo e sem a participação de público) e Ações externas (atividades voltadas para o escoamento da produção artística ou intelectual do coletivo e com a participação do público externo), distribuídas em distintas frentes de trabalho. A Saber:

 

Sotaque Nordestino - leituras dramáticas de texto teatrais nordestinos;

Falatório Cênico - palestras, comunicações e conferências;

Converseiro de Batente - realização de mesas redondas;

Casa da Mãe Joana - atividade de integração da Finos com ouros grupos do estado e de Salvador;

Fino Repertorio - mostra de todos os espetáculos de repertório da Finos e mostra da estréia do novo espetáculo;

Ensaio de Fi a Pavi - ensaios abertos dos espetáculos da Finos;

Eito de Arribação - oficinas de teatro;

Terreiro de Criação - ensaios de manutenção e criação do repertório da Finos Trapos.

 

 

Todas essas ações, com massiva participação dos membros do Grupo Finos Trapos e artistas, pesquisadores e docentes convidados possibilitaram uma grande articulação do Espaço Xisto e do Grupo Finos Trapos com a classe artística, estudantes, moradores do entorno do bairro Barris (região onde está localizado o Espaço Xisto e o complexo cultural da Biblioteca dos Barris), além do público em geral, que prestigiaram massivamente as atividades realizadas durante todo o período da ocupação.

O Finos Trapos Abrigo e Morada Ano II, refletindo o sucesso e a relevância dessa primeira edição para a trajetória do Finos Trapos e das políticas públicas de incentivo à ocupação de espaços culturais e de grupos artísticos e culturais baianos, pretende dar continuidade a esse legado e possibilitar  a consolidação de mais um espaço alternativo de cultura e Arte na cidade do Salvador.

Essa nova edição do projeto conta com a parceria com a Casa de Artes Sustentáveis (CAS) e com o apoio financeiro da Secretaria de Cultura, Fundo de Cultura do Estado da Bahia, através do Edital de Manutenção de Grupos Artísticos e Culturais.

 

O ano está só começando, mas o Grupo de Teatro Finos Trapos já está com o pé na estrada!

Nos próximos dias o grupo viaja para o município de Irecê (Bahia), para participar da IV edição do Festival de Teatro da Caatinga que ocorrerá no período 19 a 27 de janeiro de 2018 e fará apresentação no dia 22 de janeiro (segunda-feira), às 20h no Auditório do Colégio Modelo.

 

O espetáculo encenado será o Mós Aí Quê, a trama se passa no interior de uma companhia de teatro, que em crise, revisita seus antigos trabalhos em busca de uma nova e inspiradora história para ser encenada. Para Thiago Carvalho, ator e produtor da finos  “Um grupo de teatro, é tentar, após qualquer processo de criação, fruir com os seus projetos, ou seja, estamos a todo tempo buscando escoar os nossos trabalhos, pois eles precisam reverberar não apenas na Capital Baiana, mas também em outro rincões deste pais. Para tanto, o Festival da Catinga, é um presente para nós do Finos, nesse início de ano, pois isso só afirma o nosso desejo - continuar produzindo e refletindo sobre a nossa prática.”

 

 

Conforme o site http://oquefazernabahia.com/2018/01/16/irece-sedia-festival-de-teatro/ o IV Festival de Teatro da Caatinga recebe grupos do BrasilBélgica e Espanha. Haverá apresentação de companhias selecionadas pelo diretor artístico do Festival e curador da Mostra, Paulo Atto,  as cidades de SalvadorJacobinaVitória da Conquista, Irecê, Ilhéus e Natal.

 

 

Confira a programação completa:

 

 Fonte: Divulgação IV FTC

 

Foto: Anderson Rodrigues

 

Nos dias 10 e 11 de novembro, na Casa de Artes Sustentáveis - CAS, localizada no bairro Dois de Julho (Salvador), às 19h, o público terá oportunidade de assistir gratuitamente a mostra cênica Alvorada e Entardecer da Gente Anoitecida, encenada por alunos da sétima edição do Curso Oficinão Finos Trapos.

  

A trama, do espetáculo, narra o cotidiano na vida dos cidadãos da cidade de Doutrinlândia – A cidade mais que perfeita. Dos primeiros raios de sol ao crepúsculo, os cidadãos que moram na Chapada dos Desolados correm contra o tempo para ganhar a vida sem se perder no novelo dos Tecelões do Tempo e outras criaturas míticas que encontram pelo caminho. Na encenação o público se torna também um personagem da trama - o estrangeiro -  que afeta e é afetado pelas relações que se estabelecem entre criaturas míticas, arquetípicas e naturalistas da trama.

  Foto: Anderson Rodrigues

 

 

 

A mostra tem dramaturgia de Francisco André, encenação de Frank Magalhães e produção executiva de Thiago Carvalho. Sua estreia ocorreu nos dias 20 e 21 de outubro, no Teatro Gregório de Mattos, com lotação esgotada.  Estas apresentações fazem parte do projeto Trilha de estórias nos Trilhos do Subúrbio Montagem do Espetáculo "Ponta de d´areia - Pedaço do Céu" do Grupo de Teatro Finos Trapos, selecionado no Edital Arte em Todo Dia - Ano III, realizado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) da Prefeitura de Salvador e que desenvolverá ainda outras atividades, em 2018.

Foto: Ingrid Lago

 

FICHA TÉCNICA

Dramaturgia: Francisco André

Encenação: Frank Magalhães

Elenco: Ade Argolo, Aila Monteiro, Alan Luís, Ariane Rodrigues , Bruna Taís, Clauter Martins, Davis, Edlene Silva, Flora Rocha, Franclin Rocha, Gabriela Baqueiro, Henrique Miranda, Iago Gonçalves, Ingrid Lago, Ingrid Miranda, Ive Carvalho, Jean Morales, Jorge Sodré, Juliana Luz, Kalú Santana, Lahana Olipa, Liana Perez, Liliane Pires, Marcos Machado, Mario Smith, Matheus Menezes, Rafaelle Aragão, Rejane de Sousa, Sara Andrade, Sérgio Santana, Terezinha Passos, Ulisses Pavinič, Vânia Pitanga.

Direção Musical: Gabriel Carneiro

Coordenação de Produção: Thiago Carvalho

Produção Executiva: Bruna Taís, Flora Rocha, Ingrid Miranda, Liana Perez, Marcos Machado, Matheus Menezes,  Rafaelle Aragão e Sergio Santana.

Figurino e Maquiagem: Bruna Taís, Ingrid Miranda, Liana Perez, Rafaelle Aragão

Fotos: Ingrid Lago e Anderson Rodrigues

Programação visual: Yoshi Aguiar

Assessoria de Imprensa: Poliana Bicalho

 



 

SERVIÇO

O que:  Mostra Cênica: Alvorada e Entardecer da Gente Anoitecida

Quando:  10 e 11 de novembro (sexta e sábado)de 2017, às 19h.

Quanto: Gratuito (Distribuição de senhas 1h antes do inicio do espetáculo │sujeito à lotação do espaço)  

Onde: Casa de Artes Sustentáveis - CAS, localizada na rua Democrata, nº 21,  Dois de Julho.

Classificação: 12 anos

Mais informações:  www.grupofinostrapos.com.br

Realização: Finos Trapos Produções

Apoio financeiro:  Edital Arte em Toda Parte - Ano III, realizado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) da Prefeitura de Salvador.

 

Casa de Artes Sustentáveis

Foto: Arquivo CAS

 

Novos ventos sopram neste finzinho de 2017. O Grupo de Teatro Finos Trapos e o Coletivo das Liliths, a partir deste sábado (28/10/2017) vão se tornar grupos residentes da Casa de Artes Sustentáveis - CAS, localizado no bairro Dois de Julho (Salvador) e ao longo de 2018 terão oportunidade de desenvolver de forma continuada diversas atividades neste espaço.

A CAS é uma residência artística, localizada em um casarão do século XIX em frente à Bahia de Todos os Santos. Sendo um espaço de aprendizagem, troca e produção cultural-artístico, sempre valorizando o passado enquanto inovando o presente. O foco da linguagem da casa é arte circense passando pela integração de outras artes relacionadas como a música, a dança, o teatro e as artes visuais.


O espaço oferece um estúdio com tablado, três quartos privados e um quarto compartilhado com seis beliches que compõem um hostel cultural, sala de leitura, além de um café que  recebe atividades culturais como música ao vivo, encontros de poetas, rodas de conversas, e performances. A CAS tem o compromisso com o impacto social e educacional, oferecendo atividades gratuitas, sobretudo para crianças de escolas públicas, do bairro Dois de Julho e circunvizinhos.

 

Nesta nova fase com uma residência fixa, o Grupo de Teatro Finos Trapos e o Coletivo das Liliths terão a tranquilidade para ampliar seus projetos de criação artística, sem a instabilidade oriunda da ausência de um espaço fixo para o trabalho. “Continuar desenvolvendo os trabalhos cênicos do grupo de teatro, mantendo firme o propósito do teatro de grupo na Bahia”, declara o produtor cultural e ator Thiago Carvalho.

 

 

Coletivo das Liliths e Grupo Finos Trapos

Foto: Arquivo

 

Foto: Arquivo CAS

 

Fique atento a nossa agenda de programação!  

Muitas ações estão por vir.

 

 

 

 

Qual o endereço? R. Democrata, 21 - Dois de Julho, Salvador - BA

Telefone? (71) 2132-1923

Como chegar? Acesse o mapa de Localização clicando aqui

 

"O tempo furioso automatiza, forma e deforma os cidadãos das grandes metrópoles."

 

 

 

Bastidores do Oficinão Finos Trapos 2017

Foto: Poliana Bicalho

  

Será encenado nos dias 20 e 21 de outubro em Salvador, no Teatro Gregório de Mattos, às 16h, a Mostra Cênica Alvorada e Entardecer da Gente Anoitecida. A encenação tem dramaturgia de Francisco André, encenação de Frank Magalhães e produção executiva de Thiago Carvalho. O elenco é composto pelos alunos da sétima edição do Curso Oficinão Finos Trapos. 

 

A trama narra o cotidiano na vida dos cidadãos da cidade de Doutrinlândia – A Cidade Mais que perfeita. Dos primeiros raios de sol ao crepúsculo, os cidadãos que moram na Chapada dos Desolados correm contra o tempo para ganhar a vida sem se perder no novelo dos Tecelões do Tempo e outras criaturas míticas que encontram pelo caminho. No espetáculo o público se torna também um personagem da trama - o estrangeiro -  que afeta e é afetado pelas relações que se estabelecem entre criaturas míticas, arquetípicas e naturalistas da trama.

 

O resultado cênico Alvorada e Entardecer da Gente Anoitecida, duração de 60min,  é oriundo da condução de um processo de formação de atores baseado na metodologia do teatro colaborativo que contou com a participação de cerca de 34 alunos, no âmbito do Curso Oficinão Finos Trapos, com uma carga-horária formativa de  44h e que se iniciou no dia 18 de setembro. A temática desta Mostra configura-se como uma grande metáfora das relações entre centro e periferia presentes nas grandes cidades, a exemplo de Salvador e como os sujeitos-alunos-atores indagam este espaço.

 

A Mostra é uma ação integrante do projeto Trilha de estórias nos Trilhos do Subúrbio Montagem do Espetáculo "Ponta D'areia - Pedaço do Céu" do Grupo de Teatro Finos Trapos, selecionado no Edital Arte em Todo Dia - Ano III, realizado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) da Prefeitura de Salvador e que desenvolverá  ainda outras atividades, em 2018.

 

 

 Bastidores do Oficinão Finos Trapos 2017

Foto: Poliana Bicalho

 

 

FICHA TÉCNICA

 

Dramaturgia: Francisco André

Encenação: Frank Magalhães

Elenco:  Ade Argolo, Adolfo Cesar, Aila Monteiro, Alan Luís, André Cardoso, Ariane Rodrigues , Bruna Taiss, Clauter Martins, Davis, Edlene Silva, Flora Rocha, Franclin Rocha, Gabriela Baqueiro, Henrique Miranda, Iago Gonçalves, Ingrid Lago, Ingrid Miranda, Ive Carvalho, Jean Morales, Jorge Sodré, Juliana Luz, Kalú Santana, Lahana Olipa, Liana Perez, Liliane Pires, Marcos Machado, Mario Smith, Matheus Menezes, Rafaelle Aragão, Rejane de Sousa, Sara Andrade, Sergio Agnelo,Terezinha Passos, Ulisses Pavinič.

Direção Musical: Gabriel Carneiro

Músicos: Gabriel Carneiro e Matheus Menezes.

Figurino e Maquiagem: Bruna Taiss, Ingrid Miranda, Liana Perez e Rafaelle Aragão.

Adereços: Frank Magalhães 

Coordenação de Produção: Thiago Carvalho

Produção Executiva: Bruna Taiss,Flora Rocha, Henrique Miranda,Marcos Machado, Matheus Menezes, Rafaelle Aragão, Sergio Agnelo.

Programação visual: Yoshi Aguiar

Assessoria de Imprensa: Poliana Bicalho

Fotografia: Ingrid Lago

Mediação Cultural: Poliana Bicalho

  

SERVIÇO

O que:  Mostra Cênica: Alvorada e Entardecer da Gente Anoitecida

Quando:  20 e 21 Outubro de 2017, às 16h.

Quanto: Gratuito (Distribuição de senhas 1h antes do inicio do espetáculo)

Onde: Teatro Gregório de Mattos ( Praça Castro Alves, s/nº - Centro)

Classificação: 12 anos

Mais informações:  www.grupofinostrapos.com.br

Realização: Finos Trapos Produções

Apoio financeiro:  Edital Arte em Toda Parte - Ano III, realizado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) da Prefeitura de Salvador.

 

 

Oficinão 2012

foto: Eduardo Oliva

 

 

Publicamos, abaixo, a lista de selecionados que participarão do Curso Oficinão Finos Trapos, promovido pelo Grupo de Teatro Finos Trapos, que ocorrerá em Salvador-BA de 18 de Setembro a 21 de Outubro de 2017 na Sala Multiuso da Casa do Benin (Rua Padre Agostinho Gomes, 17, Pelourinho)

Aguardamos todas e todos na próxima segunda-feira dia 18 de Setembro às 18h no espaço citado, onde iniciaremos as atividades

É imprescindível a presença dos selecionados e suplentes nesse primeiro encontro.

 

Relembrando algumas informações importantes:

 

 - O curso possui Carga horária: 42h

 - Horário das aulas:

Segundas e Quartas das 18 às 21h
e nos dias 20 e 21 de Outubro (Sexta e Sábado), das 14h às 18h

- Durante a execução do curso é necessário que os participantes selecionados utilizem roupas leves e que possibilitem a realização adequada de exercícios físicos;

 

CRONOGRAMA:



Execução das Aulas: de 18 de Setembro à 18 de Outubro (segundas e quartas)

Ensaio geral da mostra cênica: dia 19 de Outubro (quinta-feira)

Realização da Mostra Cênica: dias 20 e 21 de Outubro (Sexta e Sábado)

 

 

Selecionados Oficinão Finos Trapos 2017

 

  1. Adenilson de Andrade Argolo
  2. Aila Monteiro de Sousa
  3. Alan Luís de Jesus Oliveira
  4. André Silva dos Santos
  5. Bruna Taís dos Santos
  6. Davi da Hora Pereira
  7. Diego Andrade de Oliveira
  8. Dilson Ventura dos Santos Neto
  9. Edlene Crispina da Silva Lima
  10. Flora Santana Rocha Sales
  11. Franclin Correia da Rocha
  12. Henrique Miranda da Cruz Santos
  13. Iago Gonçalves dos Santos
  14. Ingrid Viana Lago
  15. Ivana Lahana Oliveira da Paixão
  16. Ive Cristiane Carvalho Costa
  17. Jean Carlos da Silva Morales
  18. Julia Anastácia Silva Barbosa
  19. Jussara Bacelar de Souza
  20. Liana Perez Moura da Silva
  21. Liliane Pires da Silva
  22. Lindete Souza
  23. Marcos de Souza Machado
  24. Mario Ferreira da Silva Neto
  25. Matheus Mato Grosso Menezes
  26. Rafaelle Almeida Aragão
  27. Rejane de Sousa
  28. Sara Andrade dos Reis
  29. Sérgio Santana de Agnelo
  30. Vânia Cristina Silva dos Santos

  

Suplentes*:

 

  1. Ariane Rodrigues dos Reis
  2. Carla Aparecida Lucena Soares
  3. Clauter Sérgio Martins Sousa
  4. Gabriela Baqueiro Souza
  5. Ingrid Miranda de Souza Pinho
  6. Isaque Ramos dos Santos
  7. Juliana Dionizia Luz Paulo
  8. Karla Crislaine S Lisboa
  9. Maria Terezinha Passos de Jesus Noblat
  10. Ulisses da Silva Santana
  11. Wellington dos Santos Lima

 

*Os Suplentes deverão comparecer igualmente nos dias 18 e 20 de Setembro de 2017 no local indicado para serem incorporados ao curso em caso da ausência dos candidatos selecionados, que perderão a prioridade à vaga ao se ausentarem nos dois primeiros encontros.

 

Página 1 de 4

Fina Agenda Resumida

Blog