MÓS AI QUÊ - Oitavo Espetáculo de Repertório do Finos Trapos!

 

Um Grupo de Teatro é feito de histórias de vida, amores, doçuras e dissabores que juntas dão forma a boas estórias. A aventura de se caminhar junto durante tanto tempo fazendo o que se faz, sendo quem se é e acreditando no que se acredita é o combustível que impulsiona, implanta o caos, a serenidade, os conflitos e as celebrações. Foi pensando em tudo isso, a partir das reflexões sobre o momento atual do nosso país e nas reverberações dos processos internos do Grupo, que decidimos encenar esse novo espetáculo de repertório. 

A ideia surgiu durante a montagem e apresentações do sarau Folia e Poesia (2015), quando revisitamos a dramaturgia e o universo poético das montagens encenadas nesses treze anos de trajetória do Finos.

Misturando ficção e realidade, MÓS AI QUÊ é uma exposição corajosa da intimidade do Finos, síntese de muitos processos que outros coletivos vivenciam Brasil e mundo afora, colocando em destaque as relações interpessoais e os desafios de conviver em coletividade, moldando as idiossincrasias e subjetividades num grande mosaico que compõe nossas escolhas de vida e ideais.

MÓS AI QUÊ expõe a crise.

A crise que vivemos como coletivo há treze anos convivendo e fazendo teatro no nordeste brasileiro; as crises próprias dos processos criativos nas artes cênicas; a crise de lidar com os contextos socioeconômicos desfavoráveis; a crise das pessoas que nos deixaram para vivenciar suas próprias trajetórias particulares; a crise de quem nos deixou para transcender ao mundo físico; a crise de valores alavancada pela ascensão conservadora atual; a crise sociopolítica e os tempos sombrios que vivenciamos nos últimos anos... Mas, acima de tudo, a crise como espaço de surgimento da novidade, da possibilidade de reflexão sobre quem somos, quem fomos e o que queremos. A crise não como um fim, mas um recomeço. 

 

"Zé Galhofa -  E então, vamos encenar essa jornada?" (MÓS AI QUÊ)

O que é?

 

Trata-se de um espetáculo cênico-musical que aborda o imaginário sertanejo, os processos de criação artística e a trajetória do Grupo de Teatro Finos Trapos. A partir de recursos como a metalinguagem e o elemento biográfico como ponto de partida para a criação dramatúrgica, o espetáculo celebra a criação compartilhada e o Teatro de Grupo enquanto território de encontros e despedidas, achados e desventuras, tradição e contemporaneidade, territórios e fronteiras.

 

MÓS AI QUÊ é o oitavo espetáculo de repertório do Grupo de Teatro Finos Trapos, que em 2016 completou 13 anos de história, com importantes contribuições para o teatro baiano, especialmente no campo da pesquisa, formação e criação artística.

 

Argumento 

 

Entre as variadas comédias e dramas que passam, três artistas de um Grupo de teatro reviram seus imaginários criativos a fim de encontrar uma arrebatadora estória para seu novo trabalho e enfrentar a crise em que vivem.   Durante a jornada, visitam o mosaico de seus antigos personagens inspirados no imaginário sertanejo e procuram um novo sentido para continuarem trabalhando juntos. A linguagem da peça, inspirada na estética regionalista, proporciona ao espectador a sensação de adentrar no imaginário e no universo árduo e delicado da criação artística.

 Os elementos visuais, que remetem à cultura nordestina – principal reduto das criações do Finos   Trapos,   compõem    uma   diversidade   de   signos   que representam o desnudamento do inconsciente coletivo sobre o artista sertanejo a partir da poética de encenação explorada pelo Grupo.

 MÓS Aí QUÊ é um convite ao público para conhecer o universo dos processos de criação artística e entender a crise como oportunidade de sair da zona de conforto para alçarmos novos vôos, explorando territórios desconhecidos.  

 

Sinopse

 

A trama se passa no interior de uma companhia de teatro, que em crise, revisita seus antigos trabalhos em busca de uma nova e inspiradora estória para ser encenada e trazer outro fôlego para os artistas que trabalham juntos a longa data. Determinados, João das Dores – o dramático, Zé Galhofa – o cômico e Armando Trama – o Poeta buscam em seus imaginários criativos motivações para superar as dificuldades e, a partir do mosaico de seus espetáculos de repertório, encontrar a obra-prima que os tirará da condição precária em que vivem.

  

Serviço

Espetáculo: MÓS AI QUÊ

Quando? 07 a 18 de Dezembro de 2016 (Quarta a domingo)

Onde? Teatro Gamboa Nova (Largo dos Aflitos, Centro)

Que horas? 19h30 (quarta a sábados) e  17h (domingos)

Quanto? R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Classificação? 14 anos

E-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site: www.grupofinostrapos.com.br

 

 

FICHA TÉCNICA ESPETÁCULO

 

Gênero: Cênico Musical

Elenco: Francisco André, Frank Magalhães e Thiago Carvalho

Encenação: Frank Magalhães

Dramaturgia: Francisco André

Figurino: Leonardo Teles

Cenografia e Adereços: Yoshi Aguiar

Músico: Tomaz Mota

Fotografia: Diney Araújo

Designer gráfico: Wilson Gonzaga

Operador multimídia: Ricardo Andrade

Coordenador de Produção: Thiago Carvalho

Mediação Cultural: Poliana Bicalho

 

 

Eposição Varal das Memórias

 

Foto: Leonardo Pastor

 

Durante a temporada de estreia do espetáculo MÓS AI QUÊ, você poderá conferir também uma exposição que retrata momentos de bastidores, espetáculos ações de formação e projetos executados e idealizados por nós, integrantes do Grupo de Teatro Finos Trapos, que chegamos aos treze anos de formação em 2016 .  Comemora a vida, os sabores e dissabores de permanecer realizando um trabalho continuado, as vivências desses anos, os encontros, as experiências, os aprendizados e a maturidade que bate à nossa porta. 

Em especial, este Varal  presta uma homenagem a Roberto de Abreu (In Memoriam), artista e professor de teatro, um dos fundadores deste Grupo, onde permaneceu por quase 10 anos. Evoé para Beto!

 

 

FICHA TÉCNICA EXPOSIÇÃO

 

Exposição'VARAL DAS MEMÓRIAS'

Realização: Grupo de Teatro Finos Trapos

Curadoria: Thiago Carvalho e Poliana Nunes

Consultor Fotográfico: Leonardo Pastor

Quando? 01 dezembro de 2016 a 30 de Janeiro de 2017

Quanto? Entrada franca!

Classificação? Livre!

E-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

Contatos:

Frank Magalhães (71) 99177 8856/98752 9167

Thiago Carvalho (71)99159 0282

E-mail(s): Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

                  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site: www.grupofinostrapos.com.br

Fina Agenda Resumida

Blog