Fórum de discussão ‘Desafios e Perspectivas das Artes Cênicas no Interior Baiano: iniciativas públicas e privada  

 

                                                                                             

O Território de Identidade do Sudoeste Baiano, importante celeiro cultural do Estado da Bahia, receberá no dia 28 junho (quarta-feira), às 19h, o fórum de discussão: Desafios e Perspectivas das Artes Cênicas no Interior Baiano: iniciativas públicas e privadas, no Teatro Carlos Jeovah (Praça da Bandeira, S/N – Centro).

O fórum de discussão possui como objetivo, discutir sobre as políticas públicas para as artes, desenvolvidas pela sociedade civil e poder público no município de Vitória da Conquista. O público-alvo desta ação são estudantes de graduação, pós-graduação, educadores, artistas e gestores públicos. Com acesso gratuito e não é necessário fazer inscrição prévia.

 

Confira os Convidados da Etapa Vitória da Conquista

 

ARTISTAS LOCAIS  

 

Adriana Amorim é atriz formada pelo Teatro Escola Macunaíma, em São Paulo, onde atuou profissionalmente entre os anos de 1996 e 1999. Doutora e mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (PPGAC) pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), na linha de Dramaturgia, História e Recepção. Foi um dos membros fundadores da Cooperativa Baiana de Teatro, da qual fez parte entre os anos de 2004 e 2011. Fez parte do Rebanho de Atores como atriz e diretora entre os anos de 2000 e 2015. Atualmente, é professora de Direção de Atores, Dramaturgia, Argumento e Roteiro do Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), tendo atuado nos cursos de Licenciatura em Teatro e Licenciatura em Dança. Atua, ainda, como Conselheira ArtísticoPedagógica da CazAzul Teatro Escola.

 

 

Joadson Prado é licenciado em Teatro pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Atua como encenador e arte-educador e professor da Cazazul Teatro Escola. Já atuou e dirigiu diversos espetáculos, principalmente no âmbito acadêmico. Sua prática está ligada a preparação de atores para a cena teatral e dramaturgia rodrigueana. É Coordenador/Encenador do "Fulô em Cena: Curso de Iniciação Teatral" projeto financiado pelo Fundo de Cultura do Estado da Bahia,  na cidade de Vitória da Conquista.

 

 

 

Mylena Oliveira tem formação em Licenciatura em Dança pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), é bailarina em formação pelo método Royal Academy of Dance. Membro fundadora do Olaria - Grupo de Artes Integradas Performativas e de Pesquisa, desde 2011, onde desenvolvem práticas no âmbito das artes integradas por meio dos Jogos Performativos, investigações em improvisação e criação em tempo real, e tropicalismo. Na dança suas pesquisas perpassam desde o universo da cultura popular nordestina e afro-brasileira às técnicas de dança contemporânea. Participou de diversos espetáculos na área da dança e do teatro, bem como todas as produções artísticas do Grupo Olaria: Sobre Armários, Gavetas e Cofres (2011); Algaravias - O Marujeiro da Lua (2012); Jogos de Armar - Faça tu mesmo (2015); Olaria e as Tropicálias Performativas (2015).

 

 

PODER PÚBLICO ESTADUAL

 

 

Gabriela Sanddyego  é atriz e professora de teatro licenciada pela Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Trabalha na Fundação Cultural do Estado da Bahia desde 2012. Atualmente responde como assessora da Coordenação de Teatro da FUNCEB, setor responsável pelas políticas culturais da área no estado.

 

 

 

PODER PÚBLICO MUNICIPAL 

 

Massimo Ricardo De Benedictis Júnior , atual coordenador de cultura da prefeitura Municipal de Vitória da Conquista.  

 

GRUPO FINOS TRAPOS

 

 

Thiago Carvalho,  ator, pesquisador, performer e produtor cultural. Mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC-UFBA/2016 e Bacharel em Artes Cênicas com habilitação em Interpretação Teatral pela Universidade Federal da Bahia, atua no Projeto de Pesquisa “Memória, dramaturgia, dramaturgismo: histórias de vida como modelos de ação-Fase I, II e III”. Em sua trajetória artística, integrou o Grupo Caçuá de Teatro, Família PAFATAC e o Grupo OPERAKATA, de Vitória da Conquista. Já em Belo Horizonte integrou o elenco do Projeto Oficinão Galpão Cine Horto, do Grupo Galpão, atuou como pesquisador do NUPT (Núcleo de Pesquisa e Treinamento do Ator da UFMG), Teatro 171. De volta à Bahia em 2010, atuou em inúmeros espetáculos dentro e fora da Escola de Teatro da UFBA. Integra oficialmente o Grupo Finos Trapos em 2010.

 

MEDIAÇÃO

 

 

 

Poliana Bicalho  mestre em teatro (PPGAC/UFBA), com  pesquisa voltada ao campo da mediação cultural, formada em Licenciatura em Teatro/UFBA (2011) e Comunicação com habilitação em Jornalismo/UESB (2008). Empreendedora Individual empresa C.R.I.A.R.E Projetos Culturais e Educacionais. Como produtora freelancer desenvolve ações na concepção e gerenciamento de projetos artísticos nas áreas de artes cênicas, música e artes visuais e de ensino da arte.

 

 

 

Serviço:

O que: fórum de discussão: Desafios e Perspectivas das Artes Cênicas no Interior Baiano: iniciativas públicas e privadas

Quando: 28 de junho, às 19h.

Quanto: Gratuito

Onde: Teatro Carlos Jeovah (Praça da Bandeira, S/N – Centro).

Maiores informações:  www.grupofinostrapos.com.br

Realização: Finos Trapos Produções.

Apoio financeiro: Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

 

 

Blog