O Grupo de Teatro Finos Trapos investe não apenas em produtos cênicos como também em atividades de formação no intuito de difundir nossos procedimentos de trabalho e práticas cênicas.Foi pensando nisso que em 2008 surgiu o Projeto Oficinão Finos Trapos.

Trata-se de um curso de capacitação profissional, com carga horária variável entre 40 e 60h, oferecidas gratuitamente aos participantes, com Mostra Cênica ao Final do processo.  Foi criado com o objetivo de ser uma atividade pedagógica voltada para artistas com experiência mínima no ramo das Artes Cênicas que compartilha o processo colaborativo de criação sistematizado pelo Finos Trapos ao longo de sua trajetória, além de difundir a filosofia e sistematização do modo de operar em Teatro de Grupo.

Depois de seis edições, hoje o Oficinão Finos Trapos é uma referência na área da Pedagogia do Teatro como ação de formação sistematizada por grupos teatrais na área da educação não-formal.

  A ideia do curso surgiu de maneira despretensiosa e a título de contrapartida elaborada a fim de ampliar a relevância social do projeto “Auto da Gamela Temporada 2008”, vencedor da primeira edição do Prêmio Carlos Petrovich, oferecido pela Fundação Cultural do Estado (Funceb). Na ocasião, ficamos felizes com a oportunidade de circularmos com o nosso mais recente trabalho, estreado em 2007, e que tivera boa receptividade na capital baiana na temporada de estreia no Teatro Vila Velha. A oficina figurava como coadjuvante ao lado de outras atividades que tinham o intuito de refletir sobre o universo da obra “Auto da Gamela” do autor Esechias Araújo Lima e do cenário histórico do teatro de Vitória da Conquista, cidade que receberia o projeto.

 Os princípios e os desejos do grupo, aliados à formação em licenciatura em teatro e às discussões acadêmicas que circulavam em torno da pesquisa de mestrado sobre dramaturgia da sala de ensaio e processo colaborativo de criação dramatúrgica de Roberto de Abreu, bem como a incrível receptividade dos 35 jovens selecionados, fizeram do primeiro Oficinão Finos Trapos uma experiência sensível e delicada que desvelou novos horizontes de possibilidades para os membros do grupo.

Atualmente o Oficinão Finos Trapos é uma das mais importantes frentes de trabalho do Grupo. Desde 2008 já são seis edições realizadas, cinco microrregiões/territórios de indentidades contemplados, cinco cidades/sede, 14 municípios abrangidos, 172 alunos participantes, 265 horas/aulas e seis mostras cênicas encenadas.

 

 *Na imagem: Mostra Cênica Oficinão 2012. Salvador-BA Foto: Eduardo Oliva

 

Fina Agenda Resumida

Blog