"Morte e Vida Severina", de João Cabral de Melo Neto

 

Em 2012 o Sotaque Nordestino ganha novas edições, integrando um novo projeto: O Afinações. Desenvolvido entre Dezembro de 2011 e fevereiro de 2013, o Afinações era um projeto de manutenção resultado da compilação de algumas das principais atividades que ganharam notoriedade durante toda a trajetória do grupo Finos Trapos. Nesse novo projeto a ação Sotaque Nordestino continuava teve o mesmo objetivo das primeiras edições, mas contou com uma infraestrutura mais elaborada, resultante tanto da experimentação anterior quanto do aporte financeiro disponível. O projeto Afinações foi contemplado contemplado no Edital Demanda Espontânea 2011 do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, prevendo, inclusive, o aporte financeiro para as atividades realizadas, algo que não fora possível durante a residência no Espaço Xisto, resultado também de uma seleção pública.

Dando continuidade à ação, a quarta edição do Sotaque Nordestino teve como objeto a leitura do texto dramatúrgico "Morte e Vida Severina", de João Cabral de Melo Neto (1920-1999). Um clássico da literatura regionalista e dramaturgia nacional, lançado em 1955, que retrata em versos as agruras da vida sertaneja e nordestina. 

A leitura teve direção do ator e encenador Osvanilton Conceição e teve no elenco: Daisy Andrade, Fernanda Avelar, Francisco André, Franclin Rocha, Frank Magalhães, Polis Nunes e Ricardo Andrade. A direção musical ficou foi de Tomaz Mota.

"Morte e Vida Severina Foi encenado dia 16 de maio de 2012, às 20h, no Teatro Xisto Bahia. Diferentemente das primeiras edições, durante o projeto Afinações não houveram debates após as leituras dramáticas.

 

  

 Foto: Arquivo Finos Trapos.

 

Fina Agenda Resumida

Blog